2014/09/23

plano fora do plano temporal


das razões de este blog estar ao abandono

não me vou ocupar agora.

não tenho ouvido música nova.
não tenho ouvido música em quantidade suficiente para procurar música nova.
quanto a música velha, não tenho aquilo que os espírito santo vão tendo para poder ir ver morrissey ao vivo...
(a minha genial piada sobre billy idol e o andarilho ainda me vai fazer backfire. backfire não traduz a expressão "com fogo no cú". a expressão "com fogo no cú" não expressa circunstâncias verificáveis empiricamente, excepto se a pessoa se sentar numa fogueira ou assim...)

cá vamos andando.


sim...

... confesso.
a senhora que foi arrastada pela enxurrada na baixa de lisboa e que ninguém sabe quem é, sou eu.

2014/08/01

biciclette


já me ia esquecendo...

os gajos da televisão cá voltaram a filmar o beirais...

sobre isto apenas digo que na manhã das gravações tive a ideia de que "oceano brasília" seria um belo nome para uma banda pop...
a sério.
irónico, chamativo pela óbvia associação....

fica o registo.

tanzerin

e só quem nunca dançou acha a dança inofensiva...

não sei a razão exacta de esta frase se relacionar comigo.
ocorrem-me situações, em diferentes momentos, ocorrem-me pessoas, mais mulheres do que homens, mas ambos.
também não me parece importante, agora, esclarecer essa razão. mas continuo a destacar e sublinhar a frase.

e só quem nunca dançou acha a dança inofensiva...

2014/05/30

a la junte du fréguesie

nota mental para memória futura e associação automática:
fazer um post com o título "a la junte du fréguesie"....

because of this and stuff...

2014/05/29

politologia em 5ª feira da ascensão

nesta coisa da política (se eu pertenço a algo semelhante a isto é apenas no sentido clássico do termo) há sempre quem se esforce, titanicamente, em manter-se no poder.
nas ascensão aos mais altos cargos há quem se segure às mais elevadas posições com unhas e dentes..
e nessa mesma ascensão há traições sortidas, mais ou menos declaradas. uma expressão que eu inventei, "morder à escalada", derivada da cronologicamente anterior "na escalada da noite", poderia ser de utilidade para efeitos ilustrativos...

diz que há quem conte espingardas. outros há que, seguindo com atenção e menor ou maior apreensão este fenómeno, se entretêm a fazer aumentar as vítimas.

hoje seria dia de ir apanhar a espiga (o poder insidioso do folclore) mas não é. não há espiga.

2014/05/22

falta d'hard..

não me lembro de ter visto nada sobre a possibilidade de o título da frenchizing "die hard" se referir, numa eventual sequela, à história de um tipo que, tendo sangue na guelra e gordura no coração, abusou do viagra e quinou em pleno acto fornicatório.
não me lembro desta associação, mas deve existir...
já alguém o deverá ter pensado, presumo.

olha, que se lixe. se não havia passa a haver.

2014/05/06

a vida, o amor e as bikes...

há quem qualifique algumas mulheres como "pedaços de mau caminho"...
e eu afirmo que há pedaços de mau caminho que dão tanto tanto prazer a percorrer...

2014/04/15

lo and behold!!

pequenito jogo que funciona assim:

vai-se ao google e procura-se regulamento taxas  licenças junta freguesia 2014 e, abaixo do link para um site (é fácil de ver), aparece isto (versão censurada porque eu não quero cá merdas. destaques meus porque eu quero cá merdas):

 Apoio Social · Licenças para Animais · Renovação de licença .... União dasFreguesias de XXXXXXXX e generic viagra year XXXXXXX 2014. Através da deliberação n ... Regulamento da tabela de taxas da União de Freguesias 2014 pdf Edital n.

 fim.

2014/04/09

a expressão da força contra a força de expressão

lê-se isto.

e fixa-se a atenção nos dizeres dos juízes da relação: "uma vez que até os pseudónimos gozam de protecção legal, também os bem nascidos devem poder impedir que lhes usurpem os seus títulos ou os usem sem o seu consentimento, argumentam os juízes."

após o que surge uma vontade concreta de fazer sangue a alguém. a vários alguéns.

2014/04/04

temáticarrecorrente

A man who procrastinates in his CHOOSING will inevitably have his choice made for him by circumstance. So if you now number yourself among the disenchanted, then you have no choice but to accept things as they are, or to seriously seek something else. But beware of looking for goals: look for a way of life. Decide how you want to live and then see what you can do to make a living WITHIN that way of life. But you say, “I don’t know where to look; I don’t know what to look for.” And there’s the crux. Is it worth giving up what I have to look for something better? I don’t know—is it? Who can make that decision but you? But even by DECIDING TO LOOK, you go a long way toward making the choice.

o coiso mais completo aqui

2014/03/29

2014/02/25

staight to the core

- ...
- (nunca achei piada àquela coisa da unha anelar com decoração diferente e nunca lho escondi) tu dizes isso mas no fundo no fundo tu queres é ser feliz...

among familiar faces

- então, quando apareces por cá?
- agora ando mais ocupado...entre política e trabalho...e dizem que o poder é sexy... quando começar a fazer efeito ainda devo andar mais ocupado.

2014/02/08

o canhão da nazaré

diamantino já tinha sido avisado de que ela não era para brincadeiras. ela era nazaré, uma alentejana de campo maior, que nunca se habituara ao clima de monção, para onde fora viver a reboque dele. tinha parecido a diamantino que a distância seria suficientemente grande para manter o pai dela, sr. matos, ex-comando na guiné e pouco feliz por diamantino ter fugido com a sua menina, 17 anos, após ele, sr. matos, ter visto morrer a mulher, isabel, mãe da nazaré, dois anos antes, afastado de ambos. decisão acertada. decisão menos acertada foi o ignorar a genética, a propensão para a irascibilidade que a nazaré herdou do pai, os avisos desta referentes à já não tão recente aproximação entre ele e a guida e respectivos silêncios comprometedores. os avisos meteorológicos devem ser levados a sério, e não só esses. quando subia as escadas do quarto na pensão kassimba com as sugestões de guida entre mãos, diamantino estava longe de prever que, na manhã seguinte, quando acordava no tapete do quarto, a experiência da magnitude do canhão da nazaré seria a última coisa que viveria. tinha 28 anos e nunca viu o mar.

2014/02/06

black in business

encontro-me, de novo... um bom encontramento, neste caso.

lost pocket papers, XCIV

fixação objectiva na linguagem corporal da miss peep-toe: conforto no seu próprio corpo (com razões válidas para isso. sentir-me-ia confortável no seu corpo, presumo) e desinteresse transversal face à temática em exposição.

2014/01/28

escritos absurdos, VIII

imagiologia da falta, como se tu me lesses:

vem de dentro mas não do mundo da consciência... esfuma, suave e lentamente.
fracciona liminarmente. laminarmente. tudo muda não mudando nada. arrepia e irrita o nariz.
aumenta o brilho das coisas, aguarela as coisas, dilui mas intensifica. não as coisas propriamente, antes a sua não propriedade por parte de que as vê, sente e vive.
dilui-me e intensifica-me em mim próprio.
fora das coisas, sem as coisas.
sem ti.

visual effect

2014/01/10

folha de carácter

continuo a achar que as palavras mais estranhas em castelhano que conheço são:
pezones
melocoton

accomplishment ou cheesy post