2009/10/27

o tempo voa. baixinho, mas voa.

esta bodega do saramago fez-me lembrar do prémio com o mesmo nome. não, não é o prémio bodega, é o prémio saramago.
e isso fez-me lembrar de um post desta casa e respectivos comentários: la piovra.

quer dizer, agora que penso nisso, também se pode ter dado o caso de a ordem mnésica ter sido a inversa em virtude de andar e vadiar pelo mês de janeiro de 2007...

já o post "arquitetura" me provocou risos. não me reconhecer nos meus textos é coisa de valor.

2009/10/26

belvedere blues



éh pá... eu posso ser muito coiso, mas não estou a ver a gerrard ou o perry (dead can dance) a deixarem os seus afazeres para me virem assim boicotar o filme. não imagino, a sério, a gerrard a deslargar-se da árvore a que estava abraçada para ir à net censurar-me este piqueno exercício mais ou menos neurótico.
e digo isto, sobre o abraçamento, não sobre a neurose, sem ironia porque, dizem-me, é uma coisa muito linda. por mim confesso, pela segunda vez, que a coisa mais parecida que tive com o abraçar de uma árvore foi um contacto físico com uma rapariga que tinha alguns desafios a vencer no que toca à possibilidade de uma linha de cintura.

se se quiser entrar num mundo de faz-de-conta... imagine-se um filme low-fi em que um tipo, ainda que excepcionalmente bem parecido, se encontra, com um ar triste, a fumar um cigarro num miradouro após o ocaso, que é como quem diz, naquela luz depois do sol-posto. esse tipo não olha para a vista (expressão interessante. a elaborar noutra altura), olha para nada ou, para compensar, olha para os automóveis que passam por detrás da câmara e o iluminam fugidiamente. este efeito de luz confere um tom dramático ma-ra-vi-lho-so a toda a cena que, neste momento, já é acompanhada do som da canção "i can see now" dos dead can dance. o filme era e é isto.

no meu caso, ductilidade pode ser sinónimo de dusktilidade.
e só por causa do editor do blogger me dar erro em ductilidade registe-se que:
dúctil - que pode ser estendido, comprimido e batido sem se partir. em sentido figurativo (onde se podem incluir algumas figuras tristes) - fácil de moldar, dócil.
e só para provar que não sei isto de cor, reparo que no dicionário também aparece o significado da palavra duende - fantasma que, segundo a crendice popular, faz travessuras de noite. e é bom saber isto. nunca se sabe quando encontraremos alguém que nos pergunte "como tem passado" e aí poderemos responder que "tenho andado um bocado aduendado". convém disfarçar quando a pessoa nos disser "constipado, não? nota-se".

agora não tenho tempo, mas ainda vou pensar num disclaimer qualquer para que wmg não me incomode mais.
fuck corporations!

...é que o clip vale mesmo a pena. a música é soberba e, não sei se já o afirmei, o tipo é mesmo extremamente jeitoso.

2009/10/25

not 3,14

para mim, é do piorio que se pode fazer, chamar filho da pê a alguém.

2009/10/24

2009/10/21

strange people

alguém comentou o post "stuff"... só para constatar o óbvio!!!
enfim...
mas este:

Que graça teria a vida na Terra sem os "rótvailer"?

pode ser um bom tema. pergunta interessante, não?

2009/10/19

to buy or not to buy...*



* ou "vancouverine"

2009/10/16

divinitas

A pretty girl in her underwear
A pretty girl in her underwear
If there's anything better in this world
who cares
La mort, c'est la mort
mais l'amour, c'est l'amour
La mort, c'est seulement la mort
mais l'amour, c'est l'amour

the magnetic fields, "underwear"

2009/10/14

samartaime


not my summer
but my summer
almost my summer
a bit of my summer

not hang-loose...



















não gosto de pessoas com vistas curtas, sem ambição...

it's only rock and roll, but i like it!!!

é estranho falar com pessoas que têm que optar entre ir à praia ou ir apanhar azeitona. é e não é ainda verão...



a minha depressãozita sazonal aflige-me mais do que a coisa da influenza topo-de-gama, mas tudo a seu tempo, tudo a seu tempo...
haja saúde.

e se eu fosse fazer algo de útil para a sociedade?

estou cá a pensar que o iogurte líquido, pela necessidade de relativamente vigorosa agitação prévia, deveria ser instituído como bebida oficial das culegas nestes dias assim ainda quentes e isso...

2009/10/12

tudo sobre as eleições

as eleições correram bem.
por sugestão minha, e com o objectivo de fazer diminuir a abstenção, levámos a cabo na nossa única secção de voto, e em simultâneo com o acto eleitoral, um concurso de origami.
o júri foi consensual na consideração de que eram os boletins de voto verde-clarinhos que apresentavam os trabalhos mais bem conseguidos.
de qualquer modo, os prémios atribuídos foram os seguintes:

3º prémio - título: "cisne". autor desconhecido
2º prémio - título: "rã". autor desconhecido
prémio - título: omelete de fiambre com orégãos". autor desconhecido

refira-se a menção honrosa para trabalho intitulado "angústia". este trabalho foi considerado nulo para efeitos de classificação em virtude de o autor, violando a lei eleitoral, ter identificado essa mesma autoria.

cidadãos avulso referiram a propósito desta iniciativa, citamos, "este tipo dos óculos redondinhos é um bocado parvo mas inventa umas coisas mais ou menos" e "todos querem é tacho, mas há alguns mais panisgas a pedi-lo".

alguns elementos da mesa de voto confidenciaram, já perto do alvorecer e imediatamente após a contagem dos votos, que "o que lhe tinha custado mais foi destruir o esforço de algumas pessoas mais idosas que tinham feito aviões, certamente devido ao facto de terem nascido na mesma época que a aviação", acrescentando que "e às vezes o voto era nulo ou branco. é de partir o coração".

2009/10/09

kissauei-iznougud



contém, pelo menos, 1 erro... grande... nevermind. who cares?

2009/10/08

liga de cavalheiros ordinários

deram-me este conselho:

eu, no teu caso, chegava junto dela e perguntava-lhe:
- já te lamberam hoje?

...

óh, inclemência!! óh, martírio!!!

por vários motivos vou seguir este conselho...

ah, bivalente!

ela: A distância faz destas coisas. Desinibe as pessoas.
me: olha que eu sempre me senti desilibinido* ao pé de ti
ela: Não tarda descrevemos os nossos sonhos eróticos!!
me: (ou lá como se diz...)
ela: ou se escreve
me: sonhos eróticos é coisa de menina... os meus são um cadito mais a abrir
ela: Jesus!
me: depois acordo, literalmente, para a dura realidade...
ela: (Soltei um agargahlada) Dura, ainda!

* em publicidade, chama-se a este estratagema product-placing. é só para ninguém poder dizer que isto é tudo à maluca e mais não sei quê...

2009/10/06

porque tenho trabalho para fazer...

... lembrei-me agora de dizer que até admito que seja um bocado lamechas e que expresso os meus pontos de vista de um modo demasiado brando.
e daí digo também que quem não chorar a ver isto

merece que, após lhe terem sido retirados os olhos e misturados num liquidificador com, aaaaaa..., urina, seja obrigado a beber o líquido morno e alaranjado resultante do processo referido.

2009/10/04

post-it

informo-te que encontrei o nosso local bem no centro de um campo em que a erva é alta e verde de primavera que ainda teimosamente subsiste, não fosses tu esquecer-te que eu ainda o procurava.
digo-te que o mar é e pode ser, de facto, azul, não fosses tu pensar que eu tinha sido esquartejado por um urso.
dou-te conhecimento que temo a morte, minha ou alheia, como sempre temi, não fosses tu julgar que eu me tinha entregado a uma nova e menor divindade.
descrever-te-ia as falésias, ilustrar-te-ia estados de alma, tendo o cuidado de ir renovando o bule de chá, traduzi-te-ia a meia-voz a manhã seguinte, quotidianamente, se, pelo menos uma vez, eu conseguisse tornar simples as coisas belas.

viver é, mais tarde ou mais cedo, verter sangue.

ultra-private joke



... que, por acaso, não tem nada a ver com chapéus à cobói!

2009/10/02

ofertorium

pérola nonsense

é capaz de ser giro ir até superpoop.com ver o post "hot-dog effects".

posso estar enganado...

... mas deve ser um bocado triste assistirmos à velhice dos nossos filhos.
e isto a propósito de uma senhora que, aparentemente sem fazer mal a ninguém, comemora hoje 110 anos de vida.

2009/10/01

lapsus linguae

sobre eleições...
ela - um país com uma abstinência tão elevada não pode ser saudável...
eu - concordo em absoluto!!!

little things

coisas boas da vida:
portáteis, internet, acesso a rádios online...
e a voz da inês meneses de manhã.

a inês meneses de manhã está ao nível da sofia morais (xfm forever) à noite. ou a qualquer hora. ou então sou eu que estou velho.